Pequenos negócios lucram com programas de fidelidade

Pequenos negócios lucram com programas de fidelidade

Muitas vezes proprietários de pequenos negócios demoram para entender as vantagens de se criar um programa de fidelidade focado na retenção de seus clientes. Eles se enganam em pensar que, por serem pequenos, sua base de clientes é bem conhecida e que um pouco de tecnologia não seria positivo.

Há dois perfis de empreendedores que decidem implementar programas de fidelidade nos seus pequenos negócios: aqueles que realmente entendem os benefícios de conhecer o perfil dos seus clientes e querem alternativas de comunicação; e aqueles que estão prestes a fechar e procuram alternativas desesperadas de aumentar suas vendas. Temos certeza de que você não quer estar no segundo grupo.

As bases de um programa de fidelidade

Todo programa de fidelidade precisa de comprometimento do lojista para funcionar. Isso porque o resultado só será proveitoso se um grande percentual dos clientes aderirem ao programa. Mais do que isso, as compras precisam ser pontuadas para que os dados coletados do comportamento do cliente sirvam de base para campanhas. Na Kiskadi orientamos que pelo menos metade dos clientes participem do programa de fidelidade da loja e que pelo menos 70% das compras sejam pontuadas.

Para pequenos negócios esses números são ainda mais importantes porque o número absoluto de clientes é menor. Por outro lado, o dono do estabelecimento tem um contato mais pessoal com cada um deles, facilitando o cadastro no programa.

Com isso em mente é fácil entender que para um programa de fidelidade funcionar ele precisa fazer parte do DNA da loja, ser oferecido por cada vendedor e ser de conhecimento da maior parte da sua base de clientes.

Como pequenos negócios lucram mais com programas de fidelidade

Historicamente, um cliente com pontos num programa de fidelidade costuma gastar 47% mais que um cliente sem pontos. Esse é um número que, por si só, já pode causar um grande impacto no faturamento de um pequeno negócio. Mas não é só isso.

Pequenos negócios tem uma necessidade maior de controlar seu estoque para evitar rupturas que podem causar ou descontentamento do cliente ou, pior, produtos vencidos. Ao entender o comportamento do seu cliente é possível organizar melhor seu planejamento de compra. Um programa de fidelidade também aumenta a recompra, tornando-se uma vantagem competitiva frente à concorrência.

Na Kiskadi é possível criar um programa de fidelidade que “lê” as compras dos seus clientes e permite que você crie filtros de acordo com o perfil dos clientes. Mais do que isso, oferecemos ferramentas de SMS, WhatsApp, e-mail e telemarketing para que você faça contato com os seus clientes.

Ainda não utiliza a Kiskadi? Agende uma demonstração com nosso time de vendas hoje mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guia prático para convencer seu cliente a fornecer o CPF

Guia prático para convencer seu cliente a fornecer o CPF

O sucesso de seu programa de fidelidade está diretamente ligado a dois fatores: o número de compras pontuadas e a qualidade de cadastro das informações dos seus clientes. Já escrevemos sobre a relação entre compras pontuadas e o desempenho das suas campanhas. Hoje vamos falar sobre qualidade de cadastro e como você irá convencer seu cliente a fornecer o CPF.

A importância de uma boa qualidade de cadastro

Poucos clientes gostam de fornecer o CPF no momento de pagar por suas compras. Isso tem motivado, inclusive, o próprio governo a criar mecanismos que incentivem a inclusão do CPF em notas fiscais. Em se tratando de um programa de fidelidade, a dificuldade fica ainda maior.

Por outro lado, o número de CPF é a maneira mais segura e organizada de se criar um programa de fidelidade sólido, já que é único e intransferível. Ao contrário do nome de um cliente ou do número de celular.

Outras informações são igualmente importantes para o seu programa: com o número de celular você pode criar campanhas de SMS e WhatsApp; com o e-mail pode enviar mensagens mais longas e elaboradas; com a data de nascimento pode criar promoções especiais; e assim segue-se uma lista de ações que podem ser feitas com os dados dos seus clientes.

Dicas para convencer seu cliente a fornecer o CPF

Não é raro encontrar clientes que não querem fornecer o CPF. Para estes criamos algumas dicas que você pode utilizar no dia-a-dia do seu atendimento:

  • Se o seu cliente já quis colocar o CPF na nota fiscal você não precisa perguntar novamente pela informação. Apenas a complemente com o nome e o número do celular;

Se o seu cliente não quis informar o CPF na nota fiscal você pode utilizar uma dessas abordagens:

  • O(a) senhor(a) já conhece nosso programa de fidelidade? A cada um real, um ponto (ou a regra da sua loja), o(a) senhor(a) acumula pontos e ganha descontos. Qual seu Celular? CPF? Nome?
  • Já está participando do nosso programa de fidelidade? Vou lhe colocar no sistema. Apenas nome, celular e CPF;
  • No nosso programa de fidelidade nós pontuamos suas compras e você ganha descontos. Quer participar? Super simples, apenas nome, celular e CPF.

Sempre que possível evite iniciar com a informação do CPF. Se o cliente já forneceu nome e celular ele estará mais propenso a informar CPF. Do contrário você já pode criar uma barreira antes mesmo de iniciar o cadastro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como vender mais utilizando nossas dicas e um CRM

Como vender mais utilizando nossas dicas e um CRM

Como vender mais é uma das grandes dificuldades de qualquer empreendedor. Seja um lojista com apenas uma loja. Seja um gestor de marketing de uma grande rede ou franquia. No fim de cada mês, é o esforço e o acerto de suas estratégias que impactam diretamente no caixa da empresa.

Na busca por novas maneiras de alcançar seus clientes, muitas lojas se voltam para canais de aquisição de novos clientes, relegando um ativo muito precioso: seus atuais clientes. Sabe-se há muito tempo que conquistar um novo cliente custa 5 vezes mais do que reativar um antigo. Na prática, além de contribuir para aumentar o faturamento, ainda se reduz o custo e maximiza o lucro. Mas como vender mais para quem já é seu cliente?

Como vender mais com um CRM

Já falamos sobre CRM aqui no blog. Mas você realmente sabe como vender mais utilizando este software? Um CRM apresenta todas as informações sobre os seus clientes. O que compraram. Quando compraram. Quanto gastaram. E também informações gerais sobre o seu negócio, como ticket médio e sazonalidade.

Baseado nessas informações você pode criar campanhas para trazer seus clientes de volta para a loja. Ou fazer aqueles que estão vindo gastar mais. Muitas vezes o próprio CRM irá oferecer ferramentas para a criação dessas campanhas. Outras vezes você pode utilizar um outro software para criá-las.

Nossas dicas de como vender mais

Na Kiskadi oferecemos um CRM para redes e franquias que já inclui uma poderosa ferramenta de campanhas e ativação de clientes através de filtros e disparo de SMS. Nossos melhores resultados vieram de campanhas baseadas em informações de compra dos clientes ou em reativação de clientes que há muito não compravam.

Um bom exemplo de campanha com um excepcional retorno em vendas são as ativações baseadas no tempo: 30, 60 ou 90 dias sem compras. Para uma franquia de produtos naturais conseguimos um retorno em vendas de quase 20 vezes o valor investido na campanha disparando um SMS para clientes que não compravam há mais de 90 dias. Campanhas de sugestão de produtos baseadas no perfil do cliente costumam aumentar em quase 30% o ticket médio da compra. Custando menos de R$ 0,10 o SMS.

Neste contexto, como vender mais deixa de ser uma das maiores dificuldades para se tornar a solução do lojista ou gestor de marketing. Clique aqui e solicite uma demonstração da nossa ferramenta para entender como te ajudaremos a vender mais com o nosso CRM e ferramenta de fidelidade.

1 Comment for “Como vender mais utilizando nossas dicas e um CRM”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cartão de fidelidade: leve o da sua empresa para a internet

Cartão de fidelidade: leve o da sua empresa para a internet

Cartão de fidelidade é uma boa maneira de manter seus clientes por perto. A experiência de ter algo físico para que eles se lembrem de você, aliado à ideia de trazê-los de volta a sua loja para trocar o benefício se mostra uma estratégia barata e eficaz.

Por outro lado, vivemos na era da informação. Em meio à internet, smartphones e um novo comportamento de cliente, que busca estar conectado e ser o social o máximo de tempo possível. Assim, chegou a hora de levar seu cartão de fidelidade para a internet. Neste artigo vamos explicar como você irá fazer isso para impactar o mínimo seus clientes.

Como funciona um cartão de fidelidade

Cartões de fidelidade existem, basicamente, desde sempre. Os primeiros registros deles são do século 18. Um cartão de fidelidade serve para registrar o histórico de compra de um cliente e recompensá-lo quando este cumprir determinada regra do programa, com acumular um certo número de compras.

Muitas lojas possuem um processo bem manual de lidar com seu cartão de fidelidade, utilizando carimbos e assinaturas que garantem a veracidade da informação. Outras preferem um sistema onde os pontos vão direto para um cartão de plástico. Nós acreditamos que tudo deve ser digital.

Como levar o meu para a internet

Um cartão de fidelidade físico, impresso ou de plástico é um transtorno para o seu cliente. Por duas razões simples: a primeira é o transporte. Um cartão de fidelidade físico precisa ser carregado na carteira, ocupando espaço e atrapalhando. O segundo ponto é a lembrança. Se o cliente esquecer o cartão em casa e não puder pontuar se sentirá frustrado com a compra. Ainda há chance do cliente perder o cartão ou ser roubado.

Levar seu cartão de fidelidade para a internet trará comodidade para seus clientes, mas também trará segurança para os dados. E mais: acesso à uma infinidade de estatísticas que servirão para a melhoria do seu próprio serviço.

Utilize uma ferramenta que seja simples para sua empresa e clientes. Que ofereça uma comunicação rápida e que seja transparente em relação à quantidade de pontos disponível para saque. Além disso, treine seus funcionários para que eles se encarreguem de convencer seu cliente a utilizar a ferramenta.

Levar seu cartão de fidelidade para a internet trará um novo universo de informações que um cartão físico não consegue. Solicite uma demonstração e veja como fazer isso com a Kiskadi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Programa de fidelidade e a importância para a sua empresa

Programa de fidelidade e a importância para a sua empresa

Um bom programa de fidelidade pode, sim, ser um dos seus principais canal de faturamento. Há tempos se sabe que o custo para adquirir um cliente é imensamente superior ao custo para mantê-lo. Ou seja, cada vez mais as empresas tem investido em estratégias e ferramentas que ajudam a manter os clientes conquistados.

Ainda assim muitos empresários e gestores ficam em dúvida sobre como montar seu programa de fidelidade e de que maneira ele será realmente útil para o seu negócio. Neste artigo iremos explicar o que é um programa de fidelidade e o que você deve considerar no momento de montar o seu programa:

O que é e suas principais regras

Um programa de fidelidade pode ser uma ferramenta de tecnologia, geralmente integrada ao sistema de gestão da loja, ou apenas uma estratégia de retenção de clientes. Como estratégia, não é tão eficaz quanto como ferramenta. Isso porque ele está restrito ao uso por parte dos seus funcionários, da sua rede ou franquias. Por outro lado, quando utilizado como ferramenta através de uma tecnologia, o programa de fidelidade se torna uma poderosa arma de retenção de clientes.

Num programa de fidelidade, você recompensa seus clientes com pontos ou benefícios. Na prática, quanto mais ele comprar na sua loja, maior será a pontuação e melhores serão os benefícios. Na Kiskadi, nosso programa de fidelidade pontua as compras de cada cliente, transformando em descontos para as próximas compras.

O que é mais importante ter

É impossível ter um modelo de programa de fidelidade que seja eficaz em todos os segmentos. E mesmo entre lojas do mesmo segmento. Cada segmento tem suas particularidades, assim como seus clientes.

Pensando nisso, seu programa deve atender, antes de tudo, as necessidades dos seus clientes. Que tipo de desconto é mais útil para eles? Eles preferem descontos financeiros? Brindes? Algum outro benefício? Diante dessas respostas, como devem ser as regras do seu programa de fidelidade? O valor mínimo para troca é um valor que seus clientes conseguem alcançar ou é desmotivante? Essa análise pode ser feita através de informações como ticket médio, presença do cliente na loja ou até mesmo sazonalidade dos seus produtos.

Como montar o seu programa de fidelidade

O primeiro ponto que você deve considerar é qual ferramenta irá fornecer seu programa de fidelidade. Neste link você encontra as funcionalidades da Kiskadi. Em seguida estabelecer as regras do programa de fidelidade, como pontuação, valores para troca e benefícios. O terceiro ponto trata da comunicação com o cliente, de que maneira ele vai receber os benefícios? Nós já descobrimos que envio de SMS tem um excelente retorno. Por fim, teste seu programa, meça os resultados com seus clientes e avalie mudanças para alcançar melhores resultados.

Seu programa servirá para reduzir seus custos de aquisição com clientes, melhorando sua margem de ganho e, principalmente, criando um canal de comunicação perene com seus clientes, que se sentirão valorizados diante da sua marca, voltando a comprar e trazendo seus amigos e familiares.

1 Comment for “Programa de fidelidade e a importância para a sua empresa”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *